— Meu nome é Bertram. Minha história? Escutai: Que passado é um túmulo! Perguntai ao sepulcro a historia do cadáver!

Noite na taverna, Álvares de Azevedo.